Minhas Canções.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Mulheres tratadas como lixo!!!

Milhares de acusadas de bruxaria vivem em campos isolados em Gana
Em Gana e em outros países africanos, quando desastres atingem vilarejos, a busca por explicações acaba levando a bodes expiatórios – as chamadas bruxas. Mulheres excêntricas ou extrovertidas – muitas vezes idosas – costumam ser os alvos mais fáceis, e os casos normalmente terminam com a expulsão da "culpada".
Atualmente, existem seis campos de bruxas espalhados por Gana, com até mil mulheres em cada um deles. Neles, mulheres exiladas de seus povoados podem viver sem medo de espancamentos, tortura ou até linchamento. Isto é, se forem consideradas inocentes ou passarem por um ritual de purificação....
Depois que vocês terminarem de ler essa reportagem, vai ver as coisas absurdas que essas mulheres são forçadas a fazer para poder ter um lugar para poder se abrigar, porque tudo já foi tomado delas até a dignidade.
Quando o preconceito se alia ao medo os resultados são desastrosos para a humanidade.
Abraços de solidariedade.
Lua.
No campo de Kukuo, recém-chegadas primeiro precisam comprar uma galinha de cores fortes como oferenda ao religioso chefe. Agachado, o velho sacerdote murmura algumas palavras antes de cortar a garganta da ave.
Se ela cair de costas, é sinal de que a "bruxa" é inocente e está pronta para ser purificada com água benta. Caso contrário, a "bruxa" precisa beber uma poção purificadora feita com sangue de galinha, crânio de macacos e terra.
Mas, para o exorcismo funcionar, a mulher não pode ficar doente nos próximos sete dias. Se ficar, tem de tomar a poção novamente.
Embora a tradição dos campos de bruxas aparentemente seja exclusiva de Gana, o costume de encontrar no suposto uso de magia negra explicações para desastres é comum em várias partes da África.

Samata Abdulai
Histórias como a de Samata Abdulai, forçada a abandonar o seu povoado aos 82 anos, são comuns.
Abdulai hoje vive no campo de Kukuo em um dos vários barracos cheios de goteiras e sem acesso a eletricidade ou a água corrente. Para conseguir água, ela e as outras "bruxas" do campo andam cerca de 5 km diariamente até o rio Otti, carregando os jarros sozinhas.
Uma vida bem diferente do relativo conforto de que desfrutava no vilarejo de Bulli, a cerca de 40 km do campo, onde a vendedora de roupas de segunda mão aposentada cuidava de suas netas gêmeas, enquanto a filha trabalhava nas plantações de algodão.
O destino da idosa mudou após um de seus irmãos acusá-la pela morte de sua filha, supostamente causada por uma maldição lançada por Abdulai.
"Fiquei confusa e cheia de medo, porque sabia que era inocente. Mas também sabia que, uma vez que começam a te chamar de bruxa, a sua vida está em perigo. Por isso, não perdi tempo, juntei as minhas coisas e fugi do povoado", contou à BBC. "Quando você é acusada de bruxaria, é uma perda de dignidade. Para ser sincera, tenho vontade de simplesmente acabar com a minha vida."
Um relatório da organização não-governamental ActionAid publicado recentemente afirma que mais de 70% das moradoras do campo de Kukuo foram acusadas de feitiçaria e expulsas após a morte dos seus maridos. Para muitos, isso é um sinal de que as acusações de bruxaria são uma forma velada de a família se apropriar dos bens da viúva.
Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/bbc/2012-09-03/milhares-de-acusadas-de-bruxaria-vivem-em-campos-isolados-em-gana.html

18 comentários:

  1. Excelente postagem, querida amiga Lua. É uma realidade muito triste e inadmissível nos nossos tempos: que ainda tratem assim as mulheres. Mas o que mais me espanta é que a comunidade internacional ainda deixe que isso aconteça.
    Uma quarta feira abençoada pra você. Beijinhos de rosa.
    Lita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente só com muita exposição desse catástrofe, que as comunidades tomam alguma atitude.
      O que é uma pena mesmo amiga.
      Beijinhos de rosas.
      Lua.

      Excluir
  2. Parece haver aqui duas causas para estas situações.
    1ª - A ignorância e o medo
    2ª - As tradições e os roubos das vitimas

    Como poderemos neste tempo caminhar para um mundo mais justo e mais humano...??

    O homem torna-se o mais feroz de todos os anmais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Homem não é só o mais feroz dos animais, ele é o maior destruidor do planeta!!!
      E se diz RACIONAL!!!

      Abraços de paz.
      Lua.

      Excluir
  3. Até quando que elas vão viver assim, tratadas de uma forma que ninguém merece, acho que os animais são mais bem tratados do que elas, espero que um dia esse mal acabe, muito bom post Lua Negra, tenha uma linda quarta-feira.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amiga, essa realidade as vezes está mais próxima de nós do que imaginamos, através de preconceitos e pre-julgamentos.

      Beijinhos de luz.
      Lua.

      Excluir
  4. Menina São pais com pouca cultura, aonde reina todo o tipo de coisas, as mulheres para mim têm o mesmos direitos do homem, essas belezas a quem eu trato por minhas belas e eternas doces flores.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É amigo, mais pessoas como VOCÊ, ainda tem pouco no planeta.

      As pessoas estão mais para julgar e condenar, as coisas que eles acham estranho e inaceitável para o dia a dia deles, e com isso causão danos terríveis.
      Beijinhos de luz.
      Lua.

      Excluir
  5. Espero que cada persona reciba en su vida, aquello que hizo a los demás.

    Besitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim amiga, que recebamos em triplo tudo aquilo que desejamos e fazemos ao outro.
      Beijinhos de harmonia.
      Lua.

      Excluir
  6. Parece incrivel, ainda existe esse mundo horrível sem compaixao. E muito lamentavel..
    Um grande beijo perfumado a voce.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compaixão é uma palavra cada vez mais rara no dia a dia, o que me deixa extremamente triste.
      Beijinhos de luz.
      Lua.

      Excluir
  7. Querida amiga,
    Meu silencio tem sido longo.
    Mas não tem sido por esquecimento, mas sim por conta dos acontecimentos do dia a dia.
    Quero muito agradecer a sua presença amiga lá no meu cantinho, a qual trás muita alegria para o meu coração.
    Que Deus a abençoe, e realize todos os seus sonhos e projetos.
    Uma linda semana para você coberta de muita paz e Amor!
    Abraço Amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma alegria te visitar amiga.
      Beijinhos de rosas.
      Lua.

      Excluir
  8. Oi Lua!
    Vim retribuir sua visita,
    mas fiquei chocada com essa sua postagem.
    Realidade triste e desumana,choca mesmo.

    bjos querida


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma realidade mais comum do que imaginamos, amiga.

      Beijinhos de paz.
      Lua.

      Excluir
  9. Que absurdo!! Como podem os orgãos internacionais não fazerem nada para mudar esta triste realidade na África? E sempre acontece com mulheres, cuja discriminação é total, independente do que são ou fazem. Muito boa postagem amiga Lua, precisamos divulgar e tornar as pessoas conscientes desta realidade horrivel, mesmo aqui na distância. Um grande beijo amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Continente Africanos sempre é palco muita intolerância, preconceito, racismo.

      Mais por aqui, no Hemisfério Sul, não tão diferente, é só mais escondido.

      Beijinhos de mirra.
      Lua.

      Excluir

Peço que se identifique, pois comentário ANÔNIMO é igual chamada restrita, você não sabe da onde vem e como retribuir.

Bençãos da Deusa.
Blessed be!!
Lua.