Minhas Canções.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O Saci-Pererê – um dos protetores das Florestas

Linda pintura/se alguém souber o autor me diga, por favor.

O Saci-Pererê é uma lenda do folclore brasileiro e originou-se entre as tribos indígenas do sul do Brasil, data do fim do século XVIII.
Origem Provável: Os primeiros relatos são da Região Sudeste, datando do Século XIX, em Minas e São Paulo, mas em Portugal há relatos de uma entidade semelhante.
Durante a escravidão, as amas-secas e os caboclos-velhos assustavam as crianças com os relatos das travessuras dele.
Seu nome no Brasil é de origem Tupi Guarani.
Em muitas regiões do Brasil, o Saci é considerado um ser brincalhão enquanto que em outros lugares ele é visto como um ser maligno.
É uma criança, um negrinho de uma perna só que fuma um cachimbo e usa na cabeça uma carapuça vermelha que lhe dá poderes mágicos, como o de desaparecer e aparecer onde quiser.
Existem 3 tipos de Sacis: O Pererê, que é pretinho, O Trique, moreno e brincalhão e o Saçurá, que tem olhos vermelhos.
Ele também se transforma numa ave chamada Matiaperê cujo assobio melancólico dificilmente se sabe de onde vem.
Inicialmente, o saci era retratado como um curumim endiabrado, com duas pernas, cor morena, além de possuir um rabo típico.
Com a influência da mitologia africana, o saci se transformou em um negrinho que perdeu a perna lutando capoeira, além disso, herdou o pito, uma espécie de cachimbo e ganhou da mitologia européia, um gorrinho vermelho. 
A principal característica do saci é a travessura, muito brincalhão ele se diverte com os animais e com as pessoas, muito moleque ele acaba causando transtornos como: fazer o feijão queimar, esconder objetos, jogar os dedais das costureiras em buracos e etc.
Segundo a lenda, o Saci está nos redemoinhos de vento e pode ser capturado jogando uma peneira sobre os redemoinhos. 
Após a captura, deve-se retirar o capuz da criatura para garantir sua obediência e prendê-lo em uma garrafa. 
Diz também a lenda, que os Sacis nascem em brotos de bambus, nestes eles vivem sete anos e após esse tempo, vivem mais setenta e sete para atentar a vida dos humanos e animais, depois morrem e viram um cogumelo venenoso ou uma orelha de pau.
Pesquisas: http://www.arteducacao.pro.br 
           http://www.portalsaofrancisco.com.br

* Existem diversos relatos dos "povos das floresta", sobre a existência desse negrinho. Muitas vezes contra os madeireiros que destroem sem medidas e sem lei.Mas é só ouvir o crepitar em perseguição dos que, por inconsciência ou ganância, assassinam as árvores e criam desertos, ele logo aparece para defender a floresta.
Assustados pelo pequeno demônio que deita fogo e fumaça, os destruidores da mata fogem ou acabam bracejando desesperados no mar verde de clorofila.
Eu nunca vi, mais isso não quer dizer que ele não exista, pois estamos rodeado pelos mais diversos elementais.
Beijos de gnomos.
Lua.

16 comentários:

  1. Amiga Lua passando para desejar uma feliz semana com muita paz e Luz.
    Beijokas
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecida querida amiga.
      Beijos de gnomos.
      Lua.

      Excluir
  2. Lua, amei se vc permitir vou usar seu texto e fonte de pesquisa quando for trabalhar Folclore na educação infantil....
    Só pra compartilhar:
    O Saci fez parte da minha infância e minha irmã corria atrás de todos os redemoinhos para tentar vê-lo, como não conseguia ensinei a ela a ver com os olhos da imaginação, era um barato....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique a vontade, querida amiga.
      Você e sua irmã realmente são, mágicas, tenho certeza que os elementais já virão isso, e abençoa você a todos os momentos.
      Beijos de luz.
      Lua.

      Excluir
  3. Amo muito a figura do saci, acho super "sapeca" e os meus filhos desde pequeninos que amam as histórias dele.
    Amiga preciso daquela orientação da vassoura, leu o meu e-mail?
    Te aguardo
    Bjs
    Eli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga já deixei meu e-mail lá no "Pilares Angelicais", não respondi antes pois não recebi seu e-mail.
      Fico no aguardo.
      Beijos de fadas.
      Lua.

      Excluir
  4. Mi querida Lua a este duende travieso de Brasil lo conozco, tiene una sola pierna, fuma en pipa y tiene un gorro rojo que es mágico, lo usa para aparecer y desaparecer. Sin embargo en la cultura africana se le conoce con el sobre nombre de Taperê y pasa a ser un duende negro y maligno, se transforma en remolino de viento.

    http://rosanapaishadas.blogspot.com/2010/07/duendes-reales.html Aquí encontrarás algo más de información mi querida amiga.

    Besos mágicos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Rosana, adorei saber mais sobre os Duendes reais.
      Não sabia sobre os duendes do México, de girona e de Chullachaqui, no futuro vou falar sobre eles.
      Agradecida por compartilhar.
      Beijos de flores.
      Lua.

      Excluir
  5. Oi Lua,
    Já passei por aqui várias vezes mas não conseguia deixar comentários, acho que hoje, consegui com a ajuda deste negrinho de uma perna só, acho que ele gosta de mim (rsss).
    Eu gosto muito dessas lendas, acho de uma criatividade maravilhosa. É a imaginação correndo solta pelo mundo, rompendo as fronteiras do tempo e do espaço.
    Beijos enluarados.

    Ah! Em tempo: FELIZ 2012!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Estela, as vezes isso acontece comigo também, não consigo postar comentário, não consigo seguir determinado blog.
      Agradecida pelas carinhosas palavras.
      Beijos de lavanda.
      Lua.

      Excluir
  6. Oie!!!!
    Como você pode não gostar de beterraba!!! rs
    Eu fiquei abismado!!! rs
    Eu não gosto de cebola tá?! rs
    E olha, aqui só tem beterraba enlatada!!!
    É um porre!!! rs

    Amiga, ótimo post.
    É muito bom saber mais sobre tudo isso.
    Ouvimos em nossa infâncias várias histórias e vamos crescendo e achando que tudo não passava de fantasia, folclore...
    Ainda mais alguém como "eu" que sou bem TERRA rs
    Mas, com o tempo, com a ajuda de pessoas como você, vamos relembrando e aprendendo também muitas coisas....
    Tudo é possível...

    continuo trabalhando muito e ando meio cansado rs
    a hora da "janta" está sendo corrida, por isso não lhe escrevi ainda rs

    Beijocas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beterraba pra mim, já é ruim fresca, enlatada eca,eca,rsrsrs.
      Relembrar lendas, costumes, histórias antigas, fazem muito bem para a gente que vive correndo de lá pra cá.
      Trabalho, trabalho, dignifica o homem, mais cansa, rsrs.
      Beijos de luz, querido amigo.
      Lua.

      Excluir
  7. Olá, querida
    Eu fico encantada como um dos meus netinhos gosta de ouvir história de saci dentre outras...
    Seus olhinhos brilham... com curiosidade...
    Bjm de paz e alegria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passar para as jovens gerações as nossas, histórias, as nossas lendas, é o que vai formar o bom ser humano do futuro.
      Tenho certeza que seus netinhos, amam as suas histórias.
      Beijos de calêndulas.
      Lua.

      Excluir
  8. Lindaaaaaa página!! Susi Sam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecida Susi, seja sempre bem vinda.
      Beijinhos de alecrim.
      Lua.

      Excluir

Peço que se identifique, pois comentário ANÔNIMO é igual chamada restrita, você não sabe da onde vem e como retribuir.

Bençãos da Deusa.
Blessed be!!
Lua.