Minhas Canções.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Humanidade

Humanidade muitas vezes bonita, mais as vezes tão feia...
que tenho medo.

"Há em cada um de nós, até os de paixões mais moderadas, desejos verdadeiramente temíveis, selvagens e contra toda lei.
E isso se evidência claramente nos sonhos".

(Filósofo Socrates 469-399 a d.c.)

"Aprendi por meio de experiências amargas uma grande lição: devo controlar a
minha ira e transformá-la em algo produtivo, assim como o calor insuportável é
convertido em energia.
Nossa ira controlada pode ser convertida numa força capaz de mudar o
mundo. Não é que eu não fique irado ou não perca o controle. O que eu não
dou é espaço para esses sentimentos destrutivos.
Cultivo a paciência e a mansidão. Mas quando a ira me assalta, tento domála
a todo custo. Como consigo? E um hábito que cada um deve adquirir e cultivar
por meio de uma prática constante. O segredo é praticar sempre".

(Mahatma Gandhi)


Dois grandes homens em tempos diferentes. É incrível como conheciam a alma humana. Como em tão poucas palavras podiam dizer e definir a humanidade.
O que hoje vemos e ouvimos já era visto por eles e por muitos outros que passaram por aqui.
A humanidade é um caminhar constante e o passado sempre volta renovado com outros nomes, outras roupagens, se transmutou e voltou de novo .

Mais está se perdendo aqui e ali, pelos caminhos pedregoso do dia a dia, pelo egoísmo do ter e ser, pelo negrume das almas corrompidas.
Não sou nenhuma estudiosa da alma humana, só um espectadora e curiosa da humanidade, sempre aprendendo no meu dia a dia.
Lendo um livro que fala,entre outras coisas, sobre as "fases da lua"(Wicca-A bruxaria saindo das sombras - MillenniuM), em uma determinada parte fala sobre a lua negra, e fala sobre você saber e aprender a conviver com partes sombrias que todas nós possuímos. Que não é negando a existência dela (a parte sobra) que vai sumir.O autor fala que podemos sim, conviver e aprender com as nossa partes sombrias de dentro de nós.
Que aprendemos com as nossas introspecção, com os nossos fantasma, com nossa parte feia da alma, com os nosso erros.

A transmutação é preciso e faz muito bem a nossa alma.

Um feliz final de semana.
Beijos com o silêncio do saber.
Lua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Peço que se identifique, pois comentário ANÔNIMO é igual chamada restrita, você não sabe da onde vem e como retribuir.

Bençãos da Deusa.
Blessed be!!
Lua.